05 . Novembro

X

Teatro Gregório de Mattos recebe BTCA com o Projeto "Endogenias"

Para quem ainda não viu, ou gostaria de rever, o mais novo projeto coreográfico do Balé Teatro Castro Alves, “Endogenias”, terá mais uma oportunidade! Nos próximos dias 05 e 06 (sábado e domingo) de novembro, acontecem apresentações no Teatro Gregório de Mattos. O espetáculo começa às 19h, com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). A montagem reúne duas coreografias, concebidas por bailarinos da própria companhia baiana de dança contemporânea: “Generxs, de Leandro de Oliveira e Dê Lírios, de Tutto Gomes.  

O título do projeto tem a ver com a qualidade daquilo que se origina no interior de um organismo, de um sistema, ou que se desenvolve pela influência de fatores internos. “Endogenias” remete a um processo de crescimento do próprio Balé, que parte do interior para o exterior, e se apresenta como um todo, numa cena inteira bastante contemporânea. Segundo o diretor artístico do BTCA, o bailarino, coreógrafo e professor Antrifo Sanches, “vigor e ousadia, para sair da zona de conforto, foram as palavras de ordem que nortearam a concepção dessa proposta, que o público poderá conferir muito de perto e até mesmo interagir em alguns momentos”. A montagem não é recomendada para menores de 18 anos, por conter cenas de nudez e conteúdo sexual.

O BTCA celebra seu trigésimo quinto ano de fundação em 2016, e é a 1ª companhia pública de dança do Norte-Nordeste. Sua prestigiada trajetória abrange mais de 70 coreografias e uma carreira internacional de sucesso.

 

COREOGRAFIAS:

 

GENERXS (pronuncia gênerixs), de Leandro de Oliveira - A coreografia discute o gênero, a identidade de gênero e a sexualidade, tendo como foco os limites simbólicos impostos aos indivíduos e as relações de poder estabelecidas entre eles dentro do contexto interpessoal. O trânsito e consequente fluxo de imagens na cena têm como base três fases: a criminalização e o preconceito; a tolerância relativa; e a celebração. Deste modo GENERXS - corpos em trans trânsito - pretende levar o público a refletir sobre gênero, partindo de imagens e contextos do cotidiano a que são submetidos os indivíduos na construção das suas identidades.

 

“Dê Lírios”, de Tutto Gomes - O ponto de partida dessa montagem foi o marco estabelecido na década de 1970, quando o escritor paraibano Ariano Suassuna (1927-1914) lançou o “Movimento Armorial”, com a proposta de uma arte erudita a partir das raízes culturais e populares do nosso país. A coreografia procura encontrar um elo entre a arte popular e a dança contemporânea, mais precisamente voltada para a identidade nordestina, que é rica em sua maneira peculiar de se relacionar, com as influências norte-americanas e europeias, e ainda assim encontrar uma maneira única de evoluir.

SERVIÇO:

  • BALÉ TEATRO CASTRO ALVES (BTCA) – “PROJETO ENDOGENIAS”

                  Dir. Artístico: Antrifo Sanches

                  Coreografias:  “Generxs, de Leandro de Oliveira e Dê Lírios, de Tutto Gomes

Onde: Teatro Gregório de Mattos

Quando:  Dias 05 e 06/11

Horário: 19h

Ingressos: R$ 10/R$ 5

Classificação: Não recomendado para menores de 18 anos (nudez e conteúdo sexual)

Contato: Assessoria de Comunicação do TCA

Tel.: 3117.4832/4833/ Fax: 3117.4872

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Fonte: Ascom FGM / Foto: Matheus Buranelli

Entretenimento, Teatro,