Monumento J J Seabra

José Joaquim Seabra, conhecido como J. J. Seabra (Salvador21 de agosto de 1855 — Rio de Janeiro5 de dezembro de 1942), foi um político e jurista brasileiro e um dos poucos parlamentares a participar do processo de promulgação das duas primeiras constituições republicanas (1891 e 1934).

Governou a Bahia em duas ocasiões, de 1912 a 1916 e de 1920 a 1924. Como entre 1916 e 1920 foi governador Antonio Moniz, seu aliado político,o período do seabrismo na Bahia se estende por 12 anos, desde 1912 até 1924. Sua posse no governo foi marcada pelo Bombardeio de Salvador em 1912, quando, para evitar a manobra da transferência da capital da Bahia para Jequié que visava a postergar eleições, ordenou o bombardeio do palácio do governo. Seabra, a lado de José Marcelino, Antônio Moniz e Góis Calmon, foi um dos poucos governadores da Bahia que não romperam com seus sucessores (mas, no segundo governo, rompeu com Góis Calmon, antes mesmo deste tomar posse no governo do estado).

Monumento que consiste em construção de blocos de granito composta por pirâmide central, dois pedestais retangulares e quatro ordens de degraus na base; sobre os pedestais, na parte frontal, estátua de J.J.Seabra e na posterior figura feminina simbolizando a Democracia, ambas em tamanho natural, de bronze. Afixadas a pirâmide, placas em relevo, no mesmo material representativo das realizações do homenageado.